Notícias

Produtor precisa estar atento nos índices da economia para a gestão dos negócios

AUTOR FEDERARROZ Produtor precisa estar atento nos índices da economia para a gestão dos negócios

A segunda palestra realizada neste primeiro dia da 32ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz foi protagonizada pelo Mestre e Doutor em Economia da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) Fábio Pesavento. Ele focou em uma análise macroeconômica relacionando o aumento da inflação, da taxa de juros e do fluxo do câmbio no país. “O arroz é um bem normal, portanto, se aumenta o desemprego e cai a renda, há redução no consumo”, destacou.

O economista disse que a tendência da inflação é baixar dos atuais pouco mais de 10% para 6% este ano. Contudo, apresentou o cenário do Banco Central, onde o aumento da Taxa Selic fica acima de 11% para conter o avanço registrado nos últimos 12 meses. “Com inflação alta, desemprego alto, renda baixa, o resultado é redução no poder de compra, pois o crédito, que seria opção para o consumidor, está cada vez mais caro”, explicou. Disse, ainda, que o aumento da Selic para segurar a inflação resulta também em aumento da dívida pública, o que reduz a margem do governo de liberar isenções e incentivos para estimular os negócios. “E isso vai chegar no teu bolso. Chega todo dia”, concluiu.

Antônio da Luz, economista-chefe da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), foi quem mediou a palestra de Pesavento. Segundo ele, os arrozeiros devem sim olhar da porteira para fora e não só para os avanços em tecnologia e inovação. “Temos que entender que nosso negócio é econômico e financeiro”, destacou. Segundo o economista, é preciso ter entendimento de como está nossa economia para que sejam tomadas decisões empresariais. “Nossa atividade não é uma ilha e faz parte de um complexo econômico e muitas vezes vamos à reboque da macroeconomia”,  concluiu.

A 32ª edição da Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas segue até sexta-feira, dia 18 de fevereiro, na Estação Terras Baixas, da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), em formato híbrido com atividades presenciais e on-line. Além das palestras, a programação conta com vitrines tecnológicas, feira, homenagens e ato da Abertura Oficial. A organização é da Federarroz com correalização da Embrapa e patrocínio Premium do Irga e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Informações podem ser obtidas pelo aplicativo Colheita do Arroz ou no site www.colheitadoarroz.com.br.

Foto: Paulo Rossi/Divulgação
Texto: Ieda Risco/AgroEffective