Notícias

Crédito e mercado foram temas de agendas da Federarroz na Capital Federal

AUTOR FEDERARROZ Crédito e mercado foram temas de agendas da Federarroz na Capital Federal

A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) teve uma agenda movimentada esta semana em Brasília (DF) com reuniões nos Ministério da Agricultura e da Economia, assim como na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). No Ministério da Agricultura o destaque foi uma reunião com o secretário de Política Agrícola, Guilherme Bastos, onde foram debatidas questões de mercado interno e também de mercado externo e, principalmente, abertura de novos mercados.

Segundo o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, também no Ministério da Agricultura foi tratado na Secretaria de Relações Internacionais (SRI) sobre alguns entraves com relação à impostos para exportação de arroz ao México e a dificuldade que se tem hoje em função da não existência de cotas por parte do México para isenção da tarifa para o arroz com casca.

O dirigente lembra também que, em reunião com o diretor Wilson Araújo foram tratadas questões como mercado e crédito. “Tratamos principalmente da preocupação com relação ao mercado interno e também as questões relativas à crédito e à necessidade urgente de resolução da questão do custeio, para que tenhamos o quanto antes a liberação dos pré-custeio e custeio, e também da solução do recurso obrigatório que seria a equalização dos juros por parte do governo, que deve ser votado na Câmara”, destaca.

No Ministério da Economia, a pauta com o diretor Rogério Boueri foi sobre as diferenças tributárias entre os Estados e o quanto isto tira a competitividade da indústria gaúcha. Já na Conab, questões relativas ao preço mínimo do arroz que sofrerá reajuste no próximo Plano Safra e também a preocupação com relação às questões do aumento do custo de produção que está praticamente inviabilizando a cultura para a próxima safra.